quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Especial Férias: Receitinha de Donuts

Olá gente, tudo bem com vocês?

Eu amo cozinhar e nas férias sempre sobra aquele tempo livre para fazer o que gostamos e nossas obrigações, então eu aproveitei meu tempo livre e resolvi aprender uma coisa que sempre tive vontade que é donuts, mas conhecido no Estados Unidos e aqui nas padarias do Brasil chamamos de "rosquinhas", antes de aprender a receita, vamos conhecer um pouco a história:

O nome "donut" vem de "doughnut", que em inglês significa rosca frita. A expressão foi usada pela primeira vez pelo historiador Washington Irving no livro History of New York (História de Nova York), de 1809. O Donut é um pequeno bolo em forma de rosca, originário dos Estados Unidos.

O vídeo da receita que vi no youtube:

O meu passo a passo com as fotos:

 1-massa
 2- feito o molde com a tampa do nescau e tapa da garrafinha de água.
 3- fritas
4- recheadasssssss... fiz o recheio com brigadeiro, beijinho e brigadeiro de leite ninho.

Receita: leite condensando, manteiga e o que você desejar (ninho, nescau ou coco).

Espero que tenham gostado!
Beijinhos e até a proxima <3

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

De adolescente a adulto

Imagem relacionada
Olá genteeeee!
Faz muito tempo que não escrevo aqui e antes de postar tudo o que aconteceu esse ano, vou falar sobre a fase mais difícil da minha vida até agora, a que eu estou vivendo... que é essa transformação da vida adolescente para a vida adulta, cheia de responsabilidades...

A primeira verdade é que não, quando você estiver chegando perto dos 18 anos (que no meu caso só falta 4 meses) você não vai ter tudo que você pensava lá no passado que iria ter, você não vai ter carro, casa, talvez nem um emprego ou uma faculdade garantida, e se você não tiver dinheiro ou quem pague sua habilitação, simplesmente você não terá uma carta de motorista e nem coisas que todos nos adolescente queremos. Se você não tiver dinheiro, não vai sair tanto como imagina e não é nem só isso de vida financeira...

Porque a segunda verdade é que quando você terminar a escola (estou muito triste porque o meu foi hoje) vai perceber que você não vai ter mais aquilo que você tanto reclamava de ter que ir, quando perguntarem o que você faz da vida, não vai mais responder que está em tal série. A verdade é que passamos a vida toda reclamando da escola, de ter que acordar tal horário, mas lá é o melhor lugar, porque além de seguro, nós aprendemos e fazemos as melhores amizades...É pode ser que mais para frente, as pessoas mude e você conheça quem elas são de verdade, mas mesmo assim, lá que você tem o primeiro contato com outras pessoas, que você aprende sobre coisa de tal matéria, que você faz idiotices, que você pode deixar de fazer uma apostila, que os professores pega no seu pé...É uma vida fácil, porque quando vamos direto para a faculdade ou para o mundo, não temos a mesma sorte, a maioria das amizades não são tão verdadeiras, porque é um mundo de concorrência, e os professores não querem ser seu amigo e saber o que você fez nas férias ou no fim de semana, você esta lá para aprender porque paga ou deu a sorte de ganhar uma bolsa, e eles estão lá para ensinar. Tudo bem, talvez a vida lá fora não seja tão rígida assim, e você pode encontrar pessoas boas, mas não é a mesma coisa, você não vai ter muito tempo para amadurecer.

A terceira verdade é que esse é um processo muito rápido, chegamos na oitava série muitas vezes com uma mente que não pensa em um futuro difícil e o tempo passa rápido demais, saímos do terceiro muitas vezes despreparados, mas já temos nossas responsabilidades, é hora de procurar algo para a fazer da vida, uma faculdade, um curso técnico ou um emprego... Mas você se sente pressionado a fazer algo, porque é uma lei da vida e tudo bem que hoje em dia uma pessoa pode começar a faculdade com 30 anos, mas tudo está mais difícil...

E a quarta verdade é que passamos a vida toda querendo isso, nem eu sei porque, mas é muito decepcionante, é uma idade assustadora e talvez ninguém vai te falar todas essas coisas, ou mesmo que você saiba vai querer ter essa experiência. A questão é que todo mundo passa por essa fase e tem que sobreviver, a vida é um desafio que temos que vencer todos os dias. Mas é muito ruim quando chega na sua vez, é hora de dar as caras para o mundo, dar o seu melhor e se esforçar muito, as coisas não são fáceis, ninguém falou que seria...

A quinta e última verdade é que sempre teremos dúvidas e medos, que desde os 12 aos 17 anos quando começamos a entender os processos da vida, é que nos descobrimos, podemos escolher quem ser, o que ser e o que seguir, é algo diferente e bom, mas tudo bem, agora é hora de guardar todas as lembranças boas no nosso coração e na mente. Depois da faculdade teremos novos desafios. E apesar dessa transformação ser difícil, vai demorar de cair a ficha, em janeiro você vai lembrar que não terá que comprar os materiais para a escola e que nem vai ficar feliz quando derem coisas boas para comer no intervalo (kkkk). Tudo bem que as amizades podem se manter, se ver uma ou duas vezes por mês, mas agora serão novos rostos, não é aqueles que você está acostumado a ver todos os dias, por exemplo a 11 anos ou 7... não será igual, as coisas mudam e apesar da mudança, dessa grande mudança, por algum motivo ou um sonho que cada um tem, valerá a pena enfrentar tudo isso. É isso, bem vindo a uma nova fase, a vida é cheia delas....

Escrevo esse texto com muita tristeza, medo e consciente de que a vida só está começando!!
Espero que tenham gostado, beijinhos =*

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Turistando em SP: Parque Maeda e Centro de Itu

Olá pessoal, tudo bem?

Vou está atualizando o blog com frequência e fazer posts com alguns lugares e coisas legais que fiz e conheci, o post de hoje é do dia que fui no Parque Maeda em 24 de outubro de 2015, que saudades, faz tanto tempo já.

Fui pela excursão da igreja da minha tia, fomos de ônibus, que saiu umas 7 horas, não lembro muito bem do horário, mas chegamos lá 9h30, ficamos bastante tempo e deu para aproveitar muito!

Na estrada

         Chegando no parque


 Chegando lá, eles dão uma fitinha para colocar no braço e um lanchinho (1 clube social, maça, barrinha de cereal e um suco).
 Quando andamos mais para frente, já nos deparamos com as piscinas
 e do outro lado o estacionamento
 depois de passar pelas piscinas, andando mais para frente....


 A primeira coisa que fizemos foi andar de pedalinho, realizei um sonhoooo <3 e não pude esquecer do filme aquamarine quando estava lá.
 Perto do pedalinho tem o teleférico, mas a fila estava enorme, então decidimos ir depois.
 Eu e minha prima Carol
 Depois atravessamos essa ponte para conhecer mais do parque.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Livro: Uma pergunta por dia

Olá pessoal, tudo bem?

Em maio do ano passado ganhei de presente da minha irmã o livro que eu sempre quis: Uma pergunta por dia.
Sobre o que é esse livro? É muito simples responder, é um livro que te acompanha durante 5 anos, com uma pergunta para cada dia, os anos vão passando e você vai ver as diferentes respostas que você deu para aquela mesma pergunta a alguns anos atrás.

Resultado de imagem para uma pergunta por diaTodos os dias criamos uma imensa quantidade de registros em celulares, redes sociais e aplicativos. No entanto, quase nunca temos o hábito de retornar a eles. Às vezes podem parecer só besteiras, mas quantos desses relatos não mostrariam nosso crescimento e nossas mudanças em todos esses anos?
Uma pergunta por dia convida você a registrar suas respostas a uma variedade de questões, das mais simples ás mais complicadas, como "Para onde você quer fazer sua próxima viagem?" ou "Escreva a primeira da sua autobiografia". Em cada página há espaço para cinco respostas, uma por ano, ao longo de cinco anos. Com o passar do tempo, quando voltar a um dia já anotado, o dono do diário encontrará seus pensamentos anteriores, num exercício divertido e construtivo de recordar e refletir. Depois das primeiras páginas fica impossível parar, e as possibilidades são infinitas: comece agora mesmo, não importa que dia é hoje: responda sozinho, com o melhor amigo ou com um grupo inteiro de amigos; um casal pode registrar juntos suas respostas; cada um em seu livro ou num livro só. Respondendo, relendo, guardando para si ou compartilhando, a brincadeira funciona como uma verdadeira cápsula do tempo - termine um ano, inicie outro  e redescubra a cada página um novo eu.


Eu ganhei o meu em maio e comecei a responder até agosto, quando começou esse ano, comecei a responder novamente de janeiro e vou continuar até acabar, quando for o último ano volto respondendo as que não respondi ano passado.
É um ótimo presente, com o tamanho ideal e confesso que sou apaixonada por esse livro, uma edição de luxo. Ahh fora a capa dura, o fitilho e a douração nas páginas que fazem toda diferente, lindo, lindo, lindo demais!


Você encontra ele pelo site de livrarias ou em livrarias físicas entre 30,00 até 50,00 reais, o valor varia dependendo de onde e quando você comprar.

Agora é hora de ir responder a perguntinha do dia! =)


        Espero que vocês tenham gostado da recomendação, é meu companheiro do dia-a-dia!
                                                   Beijos e até o próximo post:*